Walk&Talk 2014 | 4ª edição
18 julho a 3 agosto
São Miguel, Açores

Design: Visual Kitchen

Ao longo do tempo tornou-se muito presente, no discurso e postura do Walk&Talk, uma fórmula que reflete a sua forma de atuar: criação artística assente nos artistas enquanto embaixadores de experiência, na comunidade enquanto prescritores e no território enquanto contexto de trabalho.

Criação numa lógica de olharmos para os Açores, para as suas especificidades e condicionantes como potenciadores da criatividade e num espaço de confluência de ideias e conceitos. Os artistas, locais ou forasteiros como agentes de criação e de difusão da identidade Açores e de tudo que lhe está associado. São então embaixadores de experiência pela possibilidade de partilharem e cruzarem esses conteúdos com outros lugares. A inclusão da Comunidade, pela sua importância no processo de validação do projeto, como algo de interesse público e que lhe traz benefícios, sejam eles sociais, culturais, artísticos ou económicos.

/

“Comenzó como un festival de grafitti en Las Azores y ahora es uno de los programas de residencias y proyecto de arte público más ambicioso de Portugal.“
Javier Diaz Guardiola - ABC Espana