"Eu encontrei nas suas imagens coloridas e granuladas da natureza uma verdadeira inspiração para fazer minha própria paisagem musical."

Paul Régimbeau, também conhecido como Mondkopf, é um nome familiar entre festivais internacionais como ATP, LUFF, Bozar ou CTM, armazéns pós-industriais do norte da Europa, festas industriais (Berghain em Berlim, Kaos em Londres) e atmosferas mais solenes de igrejas, museus (BAL, Centro Pompidou em Paris) ou auditórios (Philarmonie de Paris, Auditório de Lyon). Mondkopf apresentou os seus talentos como artista ao vivo, dando à sua música ambiente e melódica um poder e estilo inspirados pelo metal extremo. Depois de um longo período de evolução solitária, desenvolveu nestes últimos anos múltiplos projetos colaborativos.

Paul e a realizadora Diana Vidrascu (artista em residência W&T) têm vindo a colaborar nos últimos dois anos. Paul compôs a banda sonora de “Silence of the Sirens”, a sua última curta-metragem, e Diana fez os visuais da sua nova performance ao vivo. Recentemente, trabalhou na partitura da sua nova instalação vídeo “Vulcão”.

Nesta performance no Walk&Talk, Mondkopf apresentará uma interpretação musical da instalação, improvisando ao vivo em imagens de 16mm utilizando também as gravações sonoras que Diana captou nos Açores, enquanto filmava para este documentário.